segunda-feira, novembro 19, 2007

- ars longa, vita brevis -
hipócrates
antes e depois ou "como estragar uma Vénus de Milo" ou "primeiro pinta-se a Vénus de Milo com um pleonasmo plástico (se a Vénus de Milo já é "ouro sobre azul", para quê pintá-la de dourado e vestir-lhe uma saia azul?) e depois volta-se a colocar um braço na Vénus de Milo. Como a estátua está muito tempo sob os holofotes do Louvre, dá-se-lhe um ar contemporâneo e fashion com um chapéu de serapilheira. e assim fica feito um post. (shit, shit shit)":

Venus de Milo
130-120 a. C.
Musée du Louvre, Paris


René Magritte
Les Menottes de cuivre
1931

Musée Royaux des Beaux-Arts, Brussels, Bélgica


Joel Peter Witkin
Magritte

Magritte, estou muito desiludida com você. muito mesmo!

2 Comments:

Blogger AM said...

o magritte não é de confiança
eu já tinha avisado

20/11/07 12:09 da manhã  
Blogger beluga said...

tinha? não me lembro. se não me lembro é porque de facto não é de confiança.

20/11/07 12:43 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home