quarta-feira, agosto 11, 2010

4 Comments:

Blogger AM said...

mt obg, b.

12/8/10 10:32 da tarde  
Blogger alma said...

não vá, e-mail...

JVDB: No, it was all done online, which was really hard because I had no idea. And the only other thing I did was -- which is what I did with the gallery [Guild & Greyshkul, founded in 2003 by Anya Kielar, Sara VanDerBeek, and Johannes VanDerBeek and closed February 2009] -- I knew that artists are always running in groups so when you meet one you say 'Hey, who do you like?' and it really becomes a string of recommendations and you have to make sure it's still in accordance with what you're interested in, but a lot of it was one artist recommending another artist. I feel like everything functions that way, on that level.

"Yeah, that was great. I have a lot of friends who haven't showed very much. And for some artist, that was their very first show. That was one thing that I appreciated -- they [the organizers of Portugal Arte 10] were open to that. The biennial didn't rely on big names. "

Impressionante!
há pacóvios e terroristas intelectuais em todo o lado

Muito obrigada, Beluga

13/8/10 1:23 da tarde  
Blogger AM said...

terroristas intelectuais - LOL

13/8/10 4:32 da tarde  
Blogger beluga said...

Não agradeçam que eu fico "sem jeito". Quando li isto, pensei: "na mouche"! A frase que linkei descrevia na perfeição aquilo que qualquer pessoa não fidelizada percebe: se tudo é arte, então corre-se o risco de quase nada ser arte e ser má pois camufla-se o que poderia ter valor com meta-explicações e meta-referências. Não tem de ser assim! Porque é que o centenário da República tinha de vir a lume? Que coisa mais primária, mais infantil! Que paroquialismo querer meter o Tejo no Guadiana!

E que falta de respeito para com o público! Dizer que as pessoas foram quase escolhidas porque estavam na festa certa à hora certa é trabalhar segundo o facilitismo e não premiar o mérito. Vê-se logo pelo tipo de conversa que esta gente não leva a sério nem quem vê nem quem paga. O que é que interessa se os nomes são ou não conhecidos? A base de aproximação aos mesmos é que está errada. EU FICO FULA!

13/8/10 6:40 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home