sexta-feira, julho 30, 2010

- original soundtrack -

[porque eu também tenho direito aos meus momentos Estrelinha-vê-Carlos-Eduardo-a-dar-uns-amassos-em-grã-fina-na-sua-festa-de-noivado-com-Maria-Luísa-Vasconcelos-em-casa-dos-Vasconcelos-em-que-Estrelinha-servia-os-Hors-d'œuvre-e-retira-se-para-a-copa-para-chorar-copiosamente]

Às vezes, no silêncio da noite
Eu fico imaginando nós dois
Eu fico ali sonhando acordado, juntando
O antes, o agora e o depois
Por que você me deixa tão solto?
Por que você não cola em mim?
Tô me sentindo muito sozinho!

Não sou nem quero ser o seu dono
É que um carinho às vezes cai bem
Eu tenho meus desejos e planos secretos
Só abro pra você mais ninguém
Por que você me esquece e some?
E se eu me interessar por alguém?
E se ela, de repente, me ganha?

Quando a gente gosta
É claro que a gente cuida
Fala que me ama
Só que é da boca pra fora
Ou você me engana
Ou não está madura
Onde está você agora?

Quando a gente gosta
É claro que a gente cuida
Fala que me ama
Só que é da boca pra fora
Ou você me engana
Ou não está madura
Onde está você agora?

(Sozinho, Caetano Veloso, original de Peninha)

4 Comments:

Blogger João Barbosa said...

... (suspiro) ...

30/7/10 7:49 da tarde  
Blogger beluga said...

Caramba, estou com uma vontade de chorar. Nem devia estar a dizer isto no blog, eu sei, mas estou.

2/8/10 12:04 da manhã  
Anonymous Joara said...

Oi...a música ficou conhecida na voz de Caetano sim, mas a composição é de Peninha.

2/8/10 1:55 da manhã  
Blogger beluga said...

Cara Joara:
Foi uma "peninha" não me ter dito isso mais cedo. de qualquer forma a música é um "charme" (como vocês dizem). e faz-me chorar a potes.

De qualquer forma vou colocar essa anotação.

5/8/10 12:49 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home