segunda-feira, agosto 02, 2010

- back to black -

"Toda a arte moderna foi um dia contemporânea" - Beluga

(ai minha nossa senhora. estou tão foleira. vocês desculpem)

4 Comments:

Blogger João Barbosa said...

a senhora doutora acerta

3/8/10 1:45 da tarde  
Blogger AM said...

arte moderna é arte "fora-do-tempo"
Caravaggio nunca foi "contemporâneo"
Dali, sim
Adolf Loos, não
etc.

3/8/10 8:30 da tarde  
Blogger beluga said...

Caro João Barbosa:
senhora sim, porque... sim
doutora ainda não
acerta às vezes

Caro AM:
Vamos lá ver se percebi:
A arte moderna foi uma arte fora do seu tempo? Olhe que à excepção de alguns movimentos como a Secessão Vienense, não me pareceu fora-do-tempo.
Caravaggio nunca foi contemporâneo, assim como o Klimt não o foi. Ele foi, no melhor sentido, extemporâneo. Todos as grandes ondas artísticas têm as suas excepções, o que não quer dizer que esta frase não faça sentido. Se susbtituirmos "Arte Moderna" por "Arte Primitiva" vamos chegar à mesma conclusão, pela mesma justificação que nos permite dizer que mesmo um relógio parado está certo duas vezes ao dia.
Isto para dizer que a arte é anacrónica. Hoje escrevo aqui: "está a chover." Mas amanhã de manhã quando abrir a janela e vir que não está a chover, terei uma arte falsa ou um raciocinio falso? É o que acontece com a fotografia: o que está lá hoje só hoje faz sentido. É uma arte breve assim como são exauríveis as classificações sobre a arte.

5/8/10 12:47 da manhã  
Blogger AM said...

fica para sábado...

5/8/10 3:47 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home