terça-feira, junho 23, 2009

- o carteiro -

"Numa mão sempre a espada, e noutra a pena." (Lusíadas, canto VII)
Não tenho inveja – juro. Nem sequer saberia o que fazer com tanto dinheiro. Penso sempre “quantos bilhetes de metro isso daria para comprar?”. E é triste que a primeira vez que poste sobre acessórios de moda (eu que não sou nenhuma “Bomba Inteligente”, desculpem lá) seja neste contexto, mas alguém tem de denunciar a situação. Em nome do bom gosto.

Estava lá com os amigos quando alguém mostrou o site da loja CR7 (loja das irmãs, ou de uma das irmãs do Cristiano Ronaldo onde se vende a marca dele; ou seja, aquela roupa, com o rosto dele e com a imagem dele não se vende em mais nenhuma loja no mundo. Eu até agradeço). À parte da minha enorme falta de simpatia pelos ricos que saíram da pobreza, mas de quem a pobreza não saiu, devo dizer que a visita ao site é traumática.

Quem posa para os brincos é a proprietária da loja. Nada de mal, se na fotografia não se notasse os ouvidos sujos, os cabelos atrás das orelhas, e a coloração do cabelo a findar o prazo de validade. Recomendava-se o retoque em Photoshop ou uma modelo à altura dos tantos milhões de bilhetes de metro que eu poderia comprar.


O mesmo se passa com o calçado: quem posa para as sandálias (uma versão “Tróia” encontra “Guerra das Estrelas” na ilha da Madeira), deverá ser, por esta ordem de ideias a irmã. O pé é paquidérmico (não tem a curvinha do tornozelo), as unhas mal arranjadas, os dedos dos pés parecem leitõezinhos (os meus também, mas eu não poso) e os pelos das pernas já aparecem. Neste caso recomendava-se já uma modelo de pés, pois aquilo é inadmissível.


A marca dividiu a parte “Pulseiras” em “Bracelets” (exactamente como está escrito). Ora eu queria saber o que distingue uma pulseira de uma bracelet, porque para mim, que chamo as carteiras pelos nomes (uma Birkin, uma Louis Vuitton Patchwork, uma Giant Envelope Baleciaga), uma bracelete e uma pulseira são a mesma coisa. Mas vá, sejamos benevolentes no preciosismo, até porque no português ainda há muito a apontar. A fotografia das bracelets dava emprego a mais uma modelo sem problemas de pigmentação ou pele seca. É o que faz ser poupadinho!


A megalomania ronaldesca não passa despercebida, principalmente para quem prestar atenção aos colares/ terços – porque pelos vistos a CR7 vende bracelets para mulher, mas não vende colares, vende terços. No local onde deveria estar uma “Salve Rainha” está o símbolo CR7. Ele é Deus? É porque se é Deus, também deve ser Rei. Atente-se na fotografia do boné. O boné está pousado num banco, numa almofada. Que eu saiba, em Portugal quem pousa o que cobre a cabeça numa almofada é o Rei porque a coroa é dedicada a Nossa Senhora da Conceição. Se calhar o Ronaldo é o D. Sebastião do paroquialismo e nós não sabemos.




Temos que falar abertamente mal do logótipo CR7. Com aquele itálico feito em Corel (you wish!) eu já estou a ver o logótipo a sair do cabeçalho do site, da fivela dos cintos e das costas das t-shirts para publicitar um carro, dar nome a uma banda portuguesa, ou indicar um apartamento em Armação de Pêra. Qualquer dia aparecerá um Ronaldo Action Man ou um Hello Cristy, pronto a manter relações íntimas com a Barbie Veterinária, com a Polly Pocket até com a Popota.Por fim, o português: expressões como “camisola largona”, “top de amarrar atrás”, “Castanho puxando o cinza” e “carteira em pele genuína” quando esta custa trezentos euros é um atentado à nossa língua que já sofre o suficiente com as mensagens de telemóvel. Uma mala que custa trezentos euros tem de ser de pele genuína.
Sei que estão a pensar "mas isso nem interessa ao Menino Jesus" (que Deus Nosso Senhor o tenha lá em cima a desafiar eternamente a lei da gravidade na unidade do Espírito Santo, Amén, Graças a Deus, Graças a Deus, Ide em Paz e que o Senhor vos acompanhe), mas não consigo, não acho normal. É impossível que ainda se façam coisas destas!

7 Comments:

Blogger AM said...

isto é sociologia contemporânea
e em directo
bravo, b.

23/6/09 4:28 da tarde  
Blogger ICS said...

Post brilhante.

24/6/09 10:38 da manhã  
Anonymous maria said...

Beluga,

Acho assustador este seu post !
"...mas alguém tem de denunciar a situação. Em nome do bom gosto."

By the way, o que é bom gosto ?!

deixe as irmãs do PRINCE brincarem! só compra quem quer !
acho até muito querido o aviso que é pele genuina :)

24/6/09 6:26 da tarde  
Blogger beluga said...

Caro AM:
Eh caramba, também não era coisa de colocar o link. Está pimba, mas isso advém da natureza das fotografias.

Caro(a) ICS:
Obrigada.

Cara Maria:
às vezes a condescendência também é uma forma de aviltar os outros.

24/6/09 11:28 da tarde  
Blogger alma said...

não confundir condescendência com compreensão !

O Ronaldo demonstra que é um irmão exemplar e neste caso invejável :)))

25/6/09 1:03 da tarde  
Blogger Wis said...

De Pele Genuína foi a cobra que eu vi a caminho a lagoa...
Mas o susto que apanhei, acreditem, não fui muito maior do que quando vi o site da CR7.

:D

25/6/09 4:47 da tarde  
Blogger beluga said...

Cara Alma:
não confundi condescendência com compreensão. Mas "querido" é aquilo que dizemos de um peluche ou de uma atracção de feira.

Caro(a) Wis:
Não sei como veio aqui parar, mas volte sempre.

27/6/09 12:17 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home