segunda-feira, maio 25, 2009

- não vai mais vinho para essa mesa -

Quando a minha idade era muito curta, a minha progenitora disse:
“X, senta-te aqui. Vou-te explicar como nascem os bebés”. Ao que eu respondi educadamente “Não estou interessada, obrigada”. Felizmente tive aulas aqui. Bloco C.

4 Comments:

Blogger João Barbosa said...

sempre que o meu pai abordava a questão eu só queria fugir. a minha mãe, muito recatada, educada e conservadora nem ao de leve, indirectamente, parabolicamente ou metaforicamente alguma vez me falou de sexualidade. o meu pai comprava-me ligros que não me oferecia, mas deixava em locais estratégicos nas estantes, pois sabia que iria lê-los à socapa. na escola não me ensinaram nada sobre sexualidade.
.
um dia ouvi uma coisa que faz todo sentido. em vez de se perder tempo com polémicas acerca da educação sexual, que levanta tantos fantasmas, contorna-se o assunto. assim, a educação sexual pode ser dada como matéria das cadeiras de biologia. seria uma forma de fintar os conservadores obscurantistas.

25/5/09 7:04 da manhã  
Blogger beluga said...

é verdade, aindei meesmo naquela escola. e também é verdade que declinei com educação o convite para a palestra sobre sexo

30/5/09 12:52 da manhã  
Blogger de cor said...

olá beluga. :) a propósito deste post lembrei.me de um professor, no ensino superior (não muito longe de espinho) se recusar a avaliar um trabalho (de design) por este alegadamente ter conteúdos, excertos (literários) que considerou serem pornográficos. Penso que alguém lhe perguntou onde escondia os seus filmes (não literários portanto)... Fizeram-se apostas...O sr. lá avaliou o trabalhinho...Memórias. Outra, uma aula de Sociologia, após a leitura em voz alta de Luiz Pacheco, um colega indignadissimo interpela o professor dizendo que não estava no ensino superior para ser exposto a conteúdos pornográficos numa aula. Pois.;))beijos querida. obrigada pelo blog.

30/5/09 6:32 da tarde  
Blogger beluga said...

Cara de cor:
ora portanto... eu lembro-me de pouca coisa desse período, foi quando fiquei doente. mas não tive sociologia, o que quer dizer que a "de cor" era da outra parte da turma ou então de outro curso do departamento. Pois se assim fôr, é bom ver/ler alguém que se conhece pessoalmente. (ou não nos conhecemos pessoalmente?). De qualquer maneira, obrigada por vir cá e obrigada por me chamar de querida!

4/6/09 12:05 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home