sexta-feira, agosto 05, 2016

ridícula

4 Comments:

Blogger beluga said...

Beluguinha, não se martirize. no fim tudo acaba bem. e se não acaba bem, é porque não é o fim.

7/8/16 12:55 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

"Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena
Acreditar no sonho que se tem
Ou que seus planos nunca vão dar certo
Ou que você nunca vai ser alguém
Tem gente que machuca os outros
Tem gente que não sabe amar

Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança..."

8/8/16 4:15 da tarde  
Blogger beluga said...

Olá beluga

Tanto optimismo só me sugere uma de duas coisas:
a beluga snifou uma linha de galinhas cremadas em honra de Iemanjá
a beluga tomou um chá de páginas d'O Cândido de Voltaire

Entretanto pode sempre comentar em blogs de actrizes-cantoras-bailarinas-modelos-wannabe's-namoradas de jogadores de futebol-aspirantes a estrelas de reality shows.

8/8/16 9:00 da tarde  
Blogger beluga said...

Olá anónimo

Renato Russo ou Legião Urbana? Ou os dois?
Desculpe, mas não conheço muito bem esse tipo de música brasileira. Não é um juízo de valor, é só a verdade. Não conheço mesmo. Mea culpa, mea culpa, mea culpa. Vou ali ajoelhar-me sobre milho partido ao som de Legião Urbana para expiar o meu pecado.

De qualquer forma, obrigada. Eu não sei se acredito: o meu cérebro tem tanto potencial de criação como de castração, destruição. Acho-me sempre ridícula e estou de tal forma convencida disto que nem encaro como uma insegurança.

Até breve.

8/8/16 9:07 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home