segunda-feira, fevereiro 02, 2015

- ars longa, vita brevis -
hipócrates

estava a ver o Canal Panda (quer dizer, não estava a ver o Canal Panda, estava a passar pelo Canal Panda. Não gosto muito dos desenhos animados de agora. Gosto dos Simpsons (claro) e do Family Guy). bom, mas estava a dizer que estava a ver o Canal Panda quando começo a reparar que as personagens de uns desenhos animados chamados "O Mundo de Mia" pareciam mesmo personagens de quadros do Klimt. "Bai daí, fui inbestigar". Ao que parece, "O Mundo de Mia" é mesmo inspirado nos desenhos de Klimt, o que para mim é de uma falta de gosto terrível. Não que o Klimt seja mau: gosto e já fiz quilómetros para ver uma obra dele (uma vez fui a Madrid de carro no dia 8 de Dezembro - no dia em que o El Corte Inglés inaugurava uma mega montra de Natal, só para ver Klimt. Regressei no dia seguinte). Bom, mas isto para dizer que não obstante o valor de Klimt, nunca imaginaria aquele universo de certa forma teatral em desenhos animados, nem para adultos, mas muito menos para crianças.
olháinde:

Este



















Klimt
Medicine
1889-1907
(destruído em 1945)

e este:



















Klimt
The Beethoven Frieze (pormenor)
1902
Secession Building, Viena

originaram este:















O Mundo de Mia
Personagem: Gargona (assim mesmo!)

E este:



















Klimt
The Kiss
1908
Österreichische Galerie Belvedere

juntamente com esta fotografia do próprio (sem o gato e devido à toga):



















Moritz Nahr
Gustav Klimt in front of the entrance of his studio at Josefstädter Strasse 21
1912
Colecção Privada

originaram isto:















O Mundo de Mia
Personagem: Rei Raynor


Ainda bem que não utilizaram todos os trabalhos de Klimt. É que seria difícil explicar às crianças qualquer personagem que tivesse na sua origem os desenhos eróticos do autor.

1 Comments:

Blogger beluga said...

Minto. Também gosto dos looney tunes e dos muppets. Acho que é assim que se escreve. Agora sim, "bou" dormir

5/2/15 10:50 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home