domingo, janeiro 04, 2015

- não vai mais vinho para essa mesa -

ler Herbert Read em vez de Rebel Heart 

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

olá beluga :)
boas festas, assim o espero :)
sabe recomendar-me melhores telas daquelas tipo com facas na ponta da mesa (a exibir talento do autor em profundidade de campo?)
podia dar posta fixe :)
abraço
AM

5/1/15 10:12 da tarde  
Blogger beluga said...

Olá António:

deixe-me pensar bem nisso. tenho aqui umas na cabeça, mas não sei os títulos; tenho de pesquisar. tenho andado ocupada, mas assim que tiver os nomes digo-lhe qualquer coisa aqui no blog ou no email, conforme preferir.
Bom ano! Um abraço, Beluga

5/1/15 10:59 da tarde  
Blogger beluga said...

Olá António:

Ora bem, lembrei-me de dois exemplos que o António certamente conhece. Um é o Cristo Morto do Mantegna; o outro é a Ceia em Emaús de Caravaggio (com os frutos em desequilíbrio na mesa, a mão de um dos apóstolos em primeiro plano, quase como se fosse a sair do quadro...) Mas claro, sou suspeita de falar de Caravaggio!
Há depois outros casos, mais tímidos, como o Crivelli que coloca por vezes os seus retratados com o "pé de fora" do espaço onde deviam estar. O que ele faz é simular espaços. Há também uma capela, acho que em Lisboa, mas não tenho a certeza. Tenho a impressão que é uma capela dedicada a São João Baptista e tinha a ideia que era um completo trompe l'oeil.
Bem, vou para dentro.

11/1/15 2:14 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home