terça-feira, outubro 01, 2013

- o carteiro -

tinha tanto para dizer... tenho tanto para dizer, para falar a verdade. mas não posso fazê-lo aqui. se vocês soubessem o que se passa na minha cabeça. e no meu corpo... a minha cabeça diz que não, o meu corpo diz que sim. numa situação normal a minha cabeça venceria, mas acho que neste caso é o cansaço que me vence. como está a chover e como não tenho tido tempo para preparar posts - com muita pena e preocupação minha - deixo-vos um quadro que toda gente já conhece. posto-o não pelas figuras em primeiro plano, mas pelo fundo. acho que nunca ninguém repara no fundo e o fundo é o melhor. vejam como o Caillebotte pintou a água da chuva entre as pedras. este gajo merecia um estalo!  

















Gustave Caillebotte
Paris Street, Rainy Day
1877
Art Institute of Chicago

2 Comments:

Blogger alma said...

Quem pinta assim só merece beijinhos

3/10/13 4:11 da tarde  
Blogger beluga said...

dizer "um estalo" é uma piada que já vem da faculdade. também costumávamos dizer "um flik flak à rectaguarda"

6/10/13 9:05 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home