sexta-feira, dezembro 28, 2007

- ars longa, vita brevis -
hipócrates

antes e depois ou “ que me desculpe o caro João Barbosa, mas ao contrário do prometido não vou postar as imagens que me enviou. mudei de ideias e apeteceu-me postar esta fotografia de Robert Wilson e o respectivo quadro de Nicholas Hilliard. ou será ao contrário? não interessa. na fotografia temos Jean Moreau bastante vestida e com um ar muito sério e na pintura temos a Mary rainha da Escócia. acho que esta é que era a Bloddy Mary… há duas versões deste quadro mas só esta é de corpo inteiro. o quadro está repleto de pormenores que não são perceptíveis assim, mas estão lá. foi pintado cerca de 20 anos após a execução da rainha dos escoceses em 1587 por ordem da sua prima Elizabeth. o artista baseou-se num pequeno retrato feito da rainha quando esta estava feita prisioneira em Inglaterra. é o típico retrato que a família usou para reabilitar a imagem da monarca. note-se que Mary tinha na mão um crucifixo e um rosário preso no cinto decorado com uma cena de Susana e os Velhos, uma cena do Antigo Testamento já referida aqui e que fala das falsas acusações de que a jovem foi alvo por parte de dois velhos chegando quase a ser condenada. uma alusão que se tenta fazer à suposta inocência de Mary”:

Nicholas Hilliard
Mary, Queen of Scots

1610 (1578?)
National Portrait Gallery


Robert Wilson
Jean Moreau

2 Comments:

Blogger João Barbosa said...

Consta (na Escócia, é claro) que Maria dos Escoceses se banhava em vinho branco, que depois era vendido com iguaria aos subditos.
.
.
.
É só um aparte.

28/12/07 9:48 da manhã  
Blogger beluga said...

é o que eu digo... o mulherio é "indrominadeiro". Será que vendiam o leite em que a Cleópatra se banhava? bem, quando chegasse à mão dos súbditos já não era leite: era nata, e em alguns casos,manteiga.
"indrominadeiras!"

28/12/07 10:35 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home