quinta-feira, julho 26, 2007

- ars longa, vita brevis -
hipócrates

antes e depois ou "se era para mostrar a roupa do senhor do lado direito, que tal ter escolhido outro quadro. não sei, era uma sugestão...":

Jean-Baptiste Regnault
Les Trois Grâces
1797 - 1798
Museu do Louvre, Paris



Mario Sorrenti
Yves Saint Laurent para Rive Gauche
1998

3 Comments:

Blogger AM said...

perturbador...

a mulher da esquerda sem pescoço na pintura

as mãos a taparem (?) o sexo das duas mulheres, na fotografia

26/7/07 8:37 da tarde  
Blogger beluga said...

a parte da mulher da esquerda, é relativa. Ok, não tem pescoço esguio e visível a olho nu, mas há lá qualquer coisa. Quanto à mãos, isso sim é digno de reflexão. A moda é tão falsamente pudica. É possível mostrar tudo, fazer fotografias que estão no limite entre o erotismo e a pornografia, mas mostrar o sexo, não. Há uns anos a CK (acho que foi a Calvin Klein) foi sancionada por ter uma publicidade da Brooke Shields em que ela dizia: "não há nada entre mim e as minhas CK". A mão a tapar o sexo deve ter sido para prevenir desgostos com a campanha na América, penso eu... (o país que inventou a pornografia e nos filmes normais toda a gente sai e entra na cama de cuecas bonitinhas).

26/7/07 11:37 da tarde  
Blogger AM said...

exacto, quem - para além dos "vampiros" - quer saber dos pescoços?...
já dos pipis...

27/7/07 9:18 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home