terça-feira, março 21, 2006

- não vai mais vinho para essa mesa -
Neurónio 54 – Mas então o que é se passa? Porque é que me mandaste chamar?
Neurónio 12 – Estás a ver aqui no monitor?
Neurónio 54 – Sim, está cinzento. O que é?
Neurónio 12 – Não tenho bem a certeza, por isso mandei-te chamar.
Neurónio 54 – Mas hoje é terça-feira. Segundo o horóscopo do Miguel de Sousa é o dia favorável.
Neurónio 65 – Julgava-te mais neurónio. E desde quando é que o Miguel de Sousa é uma fonte segura?
Neurónio 12 – Pode não ser seguro, mas é uma ajuda. Se é o dia favorável e ela não está satisfeita…
Neurónio 54 – Acho que temos de fazer uma renião. Chama toda a gente aqui.
Neurónio 12 – Funcionários da secção do cérebro à recepção, por favor.

Neurónio 54 – Ela não está satisfeita.
Neurónio 12 – Eu acho que é com o blog. Nos últimos três dias mudou três vezes de lay-out. Acho que já ficou decidido quanto aos títulos, mas o alinhamento das imagens faz-lhe confusão.
Neurónio 32 – Por aquilo que pude ver, não se trata da forma, mas do conteúdo.
Neurónio 12 – Mas nós estamos a fazer um bom trabalho. Se as coisas não são como no início só quer dizer que elas evoluem.
Neurónio 85 – Sejamos honestos: o blog já não está com o mesmo espírito incisivo do início. Temos cada vez mais “ars longa, vita brevis” e “não vai mais vinho para essa mesa” e apenas um “mãe, a maçã tem bicho”.
Neurónio 12 – Mas isso é só porque ela não tem tempo.
Neurónio 35 – Isso é verdade. Já viram no que ela anda metida? Blog, fotografias dos vidros…
Neurónio 12 – ...que saíram sem o número de identificação ao lado…
Neurónio 35 – …o livro, a leitura daquela tese…
Neurónio 12 – ...a provável leitura de outra…
Neurónio 10 – …sobre matemática…
Neurónio 35 – …a sua pequena “odisseia”, o livro do Mão. É muita coisa!
Neurónio 57 – Não é só isso. Para mim a zona cinzenta é tristeza.
Neurónio 12 – E solidão. Já viram como ela nunca está com ninguém! Pensem bem com quantos neurónios de outras cabeças é que vocês tiveram uma conversa nos últimos tempos?
Neurónio 57 – Ou um affair…
Neurónio 12 – Excepto aquele na piscina…
Neurónio 57 – Mas com tanta água nem dava para um neurónio estar seco. E um neurónio molhado não funciona tão bem, toda a gente sabe disso.
Neurónio 12 – Naquele caso, não havia nada a falar. Era uma questão de hormonas e não de neurónios.
Neurónio 65 – Mas estamos todos conscientes que aquilo da piscina é só para passar o tempo.
Neurónio 12 – Sim, o affair jamais olharia para ela.
Neurónio 25 – Eh pá calma, nós moramos aqui. Não podemos falar assim…
Neurónio 85 – Sim, podia ser pior.
Neurónio 12 – Podias estar a habitar na cabeça de uma loura.
Neurónio 24 – E estavas nas máquinas, ou a fazer manutenção.
Neurónio 13 – Mas isto não está bem.
Neurónio 12 – Ela falou com o senhor na sexta-feira?
Neurónio 14 – Falou. Eu estava lá.
Neurónio 12 – E então?
Neurónio 14 – Esperança é a palavra de ordem.
Neurónio 12 – Caramba! Mas ela não lhe disse que não estava a resultar?
Neurónio 14 – Disse.
Neurónio 12 – E ele?
Neurónio 14 – Disse para ela não pensar.
Neurónio 12 – Ora aí é que temos um problema. Pausa para um café, voltamos assim que for possível.

1 Comments:

Blogger Alice said...

Brilhante.

24/3/06 10:42 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home