segunda-feira, fevereiro 06, 2006

sem título


Vanessa Redgrave no filme "The loves of Isadora"
Alguém com motorista que morre num carro?!!

Reprovada

- Obviamente!
- Obviamente porquê!?
- Vou dizer isto, mas não leves a mal: "Eu bem avisei".
- Perdeste uma boa oportunidade para ficar calado.
Neurónio 1 - Eu cá acho que isto não te diminui em nada.
- Fomos apresentados?
Neurónio 1 - Neurónio número 1, muito prazer.
- Eu diria o mesmo se estivesse a perceber isto. Então o outro é quem?
Neurónio 2 - Menina... nós somos muitos, andamos por todo o lado.
Neurónio 1 - E temos números como os jogadores de futebol.
Neurónio 3 - Mas o número das camisolas pode não corresponder ao número de neurónios que tem dentro de si. Como no futebol...
Neurónio 2 - Não sei se é bem assim! Não há jogadores com o número 453, e aqui há. Deve ser só de 1 a 99 no futebol.
Neurónio P - Se calhar não devíamos ter feito esta comparação.
- Neurónio P? Não tens um número como os outros? P de quê?
Neurónio P - P de precavido, ou como quem diz, sou o Advogado do diabo.
Neurónio 62 - Somos vários...
Neurónio 1 - Todos para te ajudar a perceber o Reprovada.
- Eu compreendo o Reprovada. Evidentemente tenho um défice de destreza no que diz respeito a carros.
Neurónio 1 - É como eu digo, não te diminui em nada.
- Gosto de ti. Podíamos sair um dia destes!
Neurónio P - Mas de carro não.
- Isso era uma piada?
Neurónio 31 - Ele bem tentou que fosse.
Neurónio 4- Esquece, é só uma máquina! Além disso sabes nadar.
Neurónio 2 - Sim, ela quer visitar o Porto e apanha o Douro, quer visitar Lisboa e apanha o Tejo. "Olhe, como é que eu faço para ir ter à Rua Mouzinho de Albuquerque? Apanha a próxima maré e vai".
Neurónio P - Maré é no mar.
Neurónio 1 - Chegou...
- Deixem-me estar. Reprovada é Reprovada. Há algo de errado comigo e escusam de chamar o resto dos vossos amiguinhos para me darem palmadinhas nas costas e passar a mão pela cabeça.
Neurónio P - Preferes ficar sozinha?
- E em silêncio, por favor...
Neurónio 31 - E o que é isto que a gente está a ouvir?
- Depeche Mode, porquê?
Neurónio 62 - Em silêncio para umas coisas e não para outras.
- Adeus!!!
Neurónio 4 - Ainda nos vais desejar na ponta dos teus dedos quando estiveres com as mãos num volante.
Neurónio 1 - Isso não altera nada em ti.
Neurónio 4 - Pois, pois. Não altera nada nela, mas altera na forma como ela se vê.
- Desamparem-me a loja.

3 Comments:

Anonymous Jimi said...

Neurónio J - Para que é que se precisa de um carro quando se tem neurónios??? Eu nao reprovei porque paguei cunha! Quem nao paga, reprova. É o sistema da escola do porto e deste país (do qual já faço parte). Mas nao foi por isso que mudei de país...
O que é melhor? aprovar e nao saber conduzir, ou reprovar porque realmente nao se sabe conduzir?
Quem tem a nossa querida CP nao precisa de conduzir. Pelo menos na CP cabem 2 dedinhos! (o que é que estou pr'aqui a escrever??)

6/2/06 3:59 da tarde  
Blogger FORMIGA BARGANTE said...

Breve "estória" (verdadeira) de um conhecido escritor português, já falecido, ou de mais uma tentativa para "animar a malta":

Quando interrogado pelos amigos das razões pelas quais nunca tinha conseguido tirar a carta de condução, respondia que era um homem de dúvidas sistemáticas, logo, quando nos exames de condução se deparava com uma rotunda, ficava sempre na dúvida se devia contornar pela esquerda ou pela direita.

Resultado:seguia em frente e chumbava.

Nota FB: para a próxima vai correr melhor, acredito.

6/2/06 4:27 da tarde  
Blogger beluga said...

Quando estou com um carro nas mãos passam-me 3 mil coisas pela cabeça. Desde "pode um avião despenhar-se aqui e o que é que devo fazer? Socorrer ou contornar pela direita", até "Isto é uma arma, estás a brincar com a arma do papá".

7/2/06 10:57 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home