sábado, setembro 24, 2005

TÃO LÍRICOS QUE NÓS ESTAMOS




De tarde

«Naquele piquenique de burguesas,
Houve uma coisa simplesmente bela,
E que, sem ter história nem grandezas,
Em todo o caso dava uma aguarela.

Foi quando tu, descendo do burrico,
Foste colher, sem imposturas tolas,
A um granzoal azul de grão-de-bico
Um ramalhete rubro de papoulas.

Pouco depois, em cima duns penhascos,
Nós acampámos, inda o Sol se via;
E houve talhadas de melão, damascos,
E pão-de-ló molhado em malvasia.

Mas, todo púrpuro a sair da renda
Dos teus dois seios como duas rolas,
Era o supremo encanto da merenda
O ramalhete rubro das papoulas!»

Cesário Verde

1 Comments:

Blogger Don said...

Death of TV Debate Heats Up
These industries fed on scarcity. There are only a few channels available. TV was technology of tyrants.
Hi! You great blog here! Keep it up....

I have a internet marketing work from home site. It pretty much covers internet marketing work from home related stuff.

Come and check it out if you get time :-)

24/9/05 2:19 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home