quinta-feira, fevereiro 14, 2008

- não vai mais vinho para essa mesa -
entretanto no MiMi...
- Onde é que estão todos? Pedro? João? Paulo?
- Estou aqui Senhor.
- Já sei que estás aqui. Quero saber por onde tens andado, o que tens feito.
- Eu? Eu estou em Roma como o Senhor me mandou?
- Eu mandei? O que é que eu mandei?
- Disse “Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja”.
- Eu disse isso?
- Disse. Está na Bíblia, Mateus 16:18.
- Caramba, só fiz o biblês técnico. E o que é que isso quer dizer?
- Quer dizer que sou responsável pela Igreja na Terra.
- Então já estás aviado.
- Por acaso o Senhor prometeu-me um lugar na NATO, como comissário para as imigrações…
- Pois, mas agora não pode ser, estão a mandar gente embora.
- Até me dava jeito… Agora lá em Roma, sem uma Angelina Jolie para animar as hostes…
- Bem sabes que a Madalena não pode ir. Tenho de a ter por perto para saber o que anda a fazer.
- E tu João?
- Eu?
- Sim rapaz.
- Senhor, eu mudei de sexo. Sou Divina Zizi agora e actuo numa discoteca em Leiria. Pronto, já disse.
- O quê?
- Senhor, onde é que achava que a coisa ia acabar com tantas representações efeminadas de mim. Era o da Vinci, era o Miguel Ângelo, era o Dan Brown…
- Estás parvo? Então tu agora “jogas em outra equipa”?
- Não! Amo-Vos de alma e coração.
- Preferia que não tivesses dito isso.
- Mas foi o que nos mandaste fazer: “amai-vos uns aos outros”.
- Bom, não leves isso muito a sério. Estás dispensado desse mandamento. E adopta o outro de cobiçar a mulher do próximo. Vai, vai lá.
- Onde?
- Ao gabinete ao lado ver se não está lá a mulher de ninguém. Cobiça-a. Diz que vais da minha parte. E o Paulo?
- Oi?
- Oi???
- Hein? Num tá mi reconhecendo pô?
- Paulo? Mas porque razão estás a falar brasileiro.
- Cê sábi, né?
- Não…
- Pô! Fui no Brasiu, dançá ná Sapucaí?
- O país de tanga e tu foste abanar as partes pudibundas naquele antro?
- Qué qui há Sinhô? Cê num falô pá gentji trává conhecimento com outro povo, prá fazê trabalho djiplomático? Táva fazendo, ué? Eu num sou São Paulo? Intão? Mi geminei com a cidade dji São Paulo e fui lá.
- Mas o Carnaval é no Rio.
- E daí? Tá achando queu num sei apanhá ónibus meu filho. Eu tô podendo, eu sô mais, tá sacando?
- E o sotaque?
- Cara, cárácá. Já acordei falando…
- Mas não foste ao baile no Scala, pois não? Já me basta aquele outro.
- Num fui não. Táva cum samba no pé e fui dançá na Sapucaí.
- E agora, o que é que andas a fazer. O Carnaval já acabou. O que é que tens feito?
- Tô dji baixa cara! O samba nunca maij saiu do pé. Tá dando uma coceira danada! Oh, djisculpa aí o “danada”, tá legau?

5 Comments:

Blogger AM said...

Este comentário foi removido pelo autor.

14/2/08 10:13 da manhã  
Blogger AM said...

não escreva postas tão divertidas que eu (aqui) não posso rir a "bandeiras despregadas" (não faço ideia o que é que querem dizer com isto das bandeiras despregadas...)

14/2/08 10:14 da manhã  
Blogger João Barbosa said...

góstei, né!

14/2/08 11:02 da manhã  
Blogger beluga said...

caro am:
também não sei o que quer dizer "a bandeiras despregadas", mas vou tentar descobrir e postar. este blog é muito polivalente.

Caro joão barbosa:
sábi cára. eu tava no duchi e lembrei desse negócio. comecei rindo, viu só? aí corri pá escrevê. ma num foi moli não, viu!

14/2/08 1:29 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Antes fama de malandro do que de burro, "gajos". ;]

23/4/08 6:31 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home